Estação Ferroviária da Trofa, Uma Verdadeira Homenagem

Foto da Nova Estação Ferroviária da Trofa,
Inaugurada em 2010.

A nova Estação Ferroviária da Trofa, foi oficialmente inaugurada a 15 de agosto de 2010, um sufisticado projeto da Grid, empresa de engenharia civil, fundada em portugal a 1980, e edificada pela construtora Opway, que à data, pertencia ao Grupo Espírito Santo, passou posteriormente para a mão dos Gestores, e mais recentemente, em 2017, vendida à Nacala Holdings.
A interface é composta por cinco secções, divididas por dois pisos de um só edifício. No piso inferior, encontram-se as bilheteiras, uma cafetaria e uma zona comercial, e no piso superior, situam-se as plataformas e as vias, que se estendem ao longo de 3.555 metros, contempla um túnel de 1.404 metros e um viaduto de 327 metros.


Esta disposição da estação, inspirada na antiga Ponte Pênsil da Trofa, (Inaugurada em 1858 e tida como uma das “mais elegantes do Reino”, como escreveu Alberto Pimental na sua obra “Santo Tirso de Riba d’Ave” e extinta em 1934), permite a livre circulação pedonal e rodoviária, maximizando desta forma a interoperabilidade entre os diferentes meios de transporte. Os pilares interiores e exteriores das fachadas (remetem para as quatro torres centrais elevadas e as quatro torres exteriores da antiga ponte), e a chapa duplamente nervurada, auto-portante, com vãos de 4 metros, (lembram tambem as guias laterais e tabuleiro da antiga ponte).


Foto da Nova Estação Ferroviária da Trofa,
Inaugurada em 2010.


A nova gare da Trofa foi construída para substituir a antiga, que a par de sinais de degradação estrutural das linhas de circulação, em 24 de fevereiro de 2002 viu-se obrigada a encerrar o troço da linha de Guimarães entre Senhora da Hora e Trofa para ser convertido numa linha do Metro do Porto. Com efeito, o canal por onde seguia a linha foi transferido da REFER para a Metro do Porto e concluido até ao ISMAI inaugurado em 2006, o que tem gerado descontentamento na região, principalmente depois de em 2010 a empresa Metro do Porto ter retirado do seu plano de atividades o prolongamento da Linha C desde o ISMAI até à Trofa, pelo menos num curto prazo.


Foto da Nova Estação Ferroviária da Trofa,
Inaugurada em 2010.

Por outro lado, a construção da Variante da Trofa, troço onde a nova estação se encontra, permitiu o encerramento do antigo troço da Linha do Minho, que, devido ao facto de atravessar o centro da cidade da Trofa, provocava vários problemas de segurança.

Localiza-se junto à Rua Poeta Cesário Verde, nas proximidades da igreja nova.
A estação é utilizada por serviços Intercidades, Regionais da Linha do Minho, urbanos das linhas de Braga e Guimarães, e o Comboio Internacional Porto-Vigo.
Futuramente irá também conter a última paragem de metro e a central de camionagem.


Foto da Antiga Estação Ferroviária da Trofa,
reinaugurada a 18 de agosto de 2018.

A antiga Estação Ferroviária de Trofa, inaugurada em 1875 e encerrada em 2010, teve a sorte que foi negada a muitas outras no país, foi objeto de requalificação realizada pelo Município da Trofa no âmbito de um contrato de subconcessão celebrado, em fevereiro de 2017, entre a autarquia e a IP Património.


Foto do Antigo Armazém da Estação Ferroviária da Trofa,
reinaugurado a 18 de agosto de 2018.


A intervenção decorreu em duas fases, primeira a inaugurada em junho de 2017, incluiu a requalificação do espaço canal com a criação de uma grande área pedonal, hoje Alameda da Estação e segunda abrangeu a reabilitação profunda de quatro edifícios associados à antiga estação, inlcuindo o Cais Coberto,e o Edifício de Passageiros, cuja recuperação visou as novas exigências funcionais e de conforto por forma a adaptar o edifício à sua nova condição de Centro de Atividades Culturais. Foi também recuperada a antiga casa do chefe de Estação e o antigo armazém que funcionará como cafetaria/restaurante. As obras tiveram o apoio de fundos comunitários e representam um investimento de cerca de 620 mil euros.


Foto do Alinhamento dos Edificios da Estação Ferroviária da Trofa,
reinaugurada a 18 de agosto de 2018.

Fontes:
jornaldenegocios.pt
grid.pt/
geocachingworld.blogs.sapo.pt/
pt.wikipedia.org/
infraestruturasdeportugal.pt/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s